Lins e Silva promete desvincular OAB-DF dos partidos

autor Misto Brasília

Postado em 29/11/2018 22:30:22 - 22:25:00


Advogado Lins e Silva faz o discurso da vitória nas eleições da OAB-DF/Reprodução vídeo

Advogado venceu as eleições desta quinta por uma diferença de apenas 248 votos do segundo adversário

Na sua segunda tentativa de chegar à presidência da Seção da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal, Délio Lins e Silva conquistou uma vitória apertada nas eleições desta quinta-feira. Dos 33 mil advogados aptos a votar, a chapa de Lins e Silva recebeu 9.805 votos, seguido de Jacques Veloso com 9.557, Renata Amaral com 1.912 e Max Telesca, com 1.597 votos.

Em 2015 o advogado ficou em segundo lugar, perdendo para o atual presidente da Ordem, Juliano Costa Couto. Nesta campanha eleitoral prometeu vigiar o governo do Distrito Federal. A chapa vencedora foi apoiada pelo ex-presidente da OAB-DF Francisco Caputo, que foi adversário de Ibaneis Rocha, hoje governador eleito do Distrito Federal.

Lins e Silva prometeu após conhecer o resultado da apuração que pretende resgatar a Ordem “como instituição que tem história na defesa dos direitos da sociedade e das prerrogativas profissionais”. É necessário, segundo ele, a completa desvinculação da instituição de interesses político-eleitorais. Ele assume o cargo de prsidente em 2019 e fica até 2021.


Governador do DF, Ibaneis Rocha, afirma que o TCU é um "tribunal de merda"
AO VIVO TV Euronews
veja +
Câmara conclui MP da Liberdade Econômica e aprova projeto de abuso de autoridade
Ibaneis sobre a avó de Michele Bolsonaro: se quero atendimento mais rápido pago plano de saúde
CCJ do Senado aprova atuação de juizados de violência doméstica
veja +