Enade neste domingo para meio milhão de estudantes

autor Misto Brasília

Postado em 25/11/2018 08:31:39 - 08:27:00


Alunos de graduação fazem as provas do Enade que são obrigatórias/Arquivo/Wilson Dias/EBC

Serão avaliados vários cursos e a participação é obrigatória para quem está concluindo a graduação

Hoje (25), 550 mil estudantes de cursos de 27 áreas do conhecimento farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). As avaliações, com quatro horas de duração, começam às 13h30min e serão encerradas às 17h30 (horário de Brasília). Nos locais de provas, os portões serão abertos às 12 horas e fecham às 13 horas. Os participantes devem chegar com antecedência.

A prova é voltada para alunos que estão concluindo cursos de graduação. O exame é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no exame deve constar em seu histórico escolar.

O Enade é o principal componente para o cálculo dos indicadores de qualidade dos cursos e das instituições de ensino superior. A cada ano, o exame avalia um grupo diferente de cursos superiores. A avaliação se repete a cada três anos.

Áreas avaliadas

Grau de Bacharel: Administração; Administração Pública; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Comunicação Social – Jornalismo; Comunicação Social - Publicidade e Propaganda; Design; Direito; Psicologia; Relações Internacionais; Secretariado Executivo; Serviço Social; Teologia; Turismo.

Grau de Tecnólogo: Tecnologia em Comércio Exterior; Tecnologia em Design de Interiores; Tecnologia em Design de Moda; Tecnologia em Design Gráfico; Tecnologia em Gastronomia; Tecnologia em Gestão Comercial; Tecnologia em Gestão da Qualidade; Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos; Tecnologia em Gestão Financeira; Tecnologia em Gestão Pública; Tecnologia em Logística; Tecnologia em Marketing; Tecnologia em Processos Gerenciais.


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +