Operação deve confiscar R$ 100 milhões de “cabeça branca”

autor Misto Brasília

Postado em 22/11/2018 10:40:12 - 10:39:00


Operação contra o tráfico de drogas ocorre no Paraná e Mato Grosso/Arquivo

Em outras operações já foram bloqueados R$ 500 milhões de organização do tráfico de drogas

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira operação para coletar evidências contra a organização criminosa comandada pelo traficante Luiz Carlos da Rocha, conhecido como “Cabeça Branca”, com previsão de confiscar patrimônio avaliado em mais de 100 milhões de reais, informou a PF em nota.

A chamada operação Sem Saída é decorrente da operação Spectrum, que prendeu Rocha em julho deste ano, na época um dos traficantes mais procurados na América do Sul, segundo a Reuters.

Como parte da operação desta quinta-feira, cerca de 100 policiais cumprem quatro mandados de prisão e 14 de busca e apreensão nos Estados do Paraná e Mato Grosso com o objetivo de reunir “elementos probatórios da prática dos crimes de lavagem de dinheiro, contra o sistema financeiro nacional, organização criminosa, associação para o tráfico internacional de drogas, dentre outros delitos”, informou a PF.

Até o momento, ações decorrentes da operação Spectrum já confiscaram aproximadamente R$ 500 milhões em patrimônio da organização criminosa de Rocha apenas em solo brasileiro, segundo a Polícia Federal.

“Somente nesta Operação Sem Saída, o patrimônio arrecadado será de mais de R$ 100 milhões, considerando que somente em fazenda são mais de 11 mil hectares”, disse a PF em nota.


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +