Sul-coreano vai presidir a maior organização policial do mundo

autor Misto Brasília

Postado em 21/11/2018 08:31:50 - 08:26:00


sul-coreano Kim Jong-yang foi eleito presidente da Interpol /Reprodução/DW

Jim Jong-yang foi eleito para completar o mandato na Interpol após o desaparecimento do titular

O sul-coreano Kim Jong-yang foi eleito presidente da Interpol para terminar o mandato iniciado pelo chinês Meng Hongwei, investigado por suspeitas de corrupção, anunciou a maior organização policial do mundo via Twitter nesta quarta-feira (21).

A escolha de Kim representa um revés político para a Rússia, cujo candidato Alexander Prokopchuk era visto como o favorito na corrida pelo cargo. Kim foi eleito em Dubai durante a 87ª Assembleia Geral da Interpol. Ele presidirá a organização até o final do mandato de Meng, em 2020.

Kim era o presidente interino da Interpol, um papel que assumiu em setembro depois que Meng desapareceu na China. Autoridades chinesas comunicaram que o ex-chefe da Interpol foi detido por acusações de corrupção. Ele supostamente se demitiu da presidência da Interpol.

A demissão de Meng, anunciada em 7 de outubro, foi tornada pública 11 dias depois de sua mulher ter alertado para o seu desaparecimento durante uma viagem à China. No dia seguinte à suposta demissão, comunicada por correio à Interpol, o Ministério da Segurança Pública da China anunciou que Meng teria "recebido subornos e era suspeito de ter violado a lei", sem oferecer detalhes. (Da DW)


Associação está preocupada com a proposta da previdência de capitalização
Bolsonaro diz que a reforma da Previdência é necessária
veja +
Deputados questionam propostas da Frente Parlamentar do Livre Mercado
Ibaneis diz que Brasília será um grande centro de distribuição para o Brasil
Senadores comentam crise no governo Bolsonaro
veja +