Barcelona deve retirar medalha concedida a Francisco Franco

autor Misto Brasília

Postado em 18/11/2018 10:14:15 - 10:06:00


Visita do ditador Francisco Franco na cidade de Barcelona em 1970/Arquivo/El Periódico

Honraria concedida no tempo da ditadura espanhola também será revogada a outros espanhóis

A Câmara Municipal de Barcelona vai iniciar a retirada recorde de sete medalhas concedidas pela Câmara Municipal franquista o tempo para entidades e indivíduos associados com a ditadura, um deles a 'Medalha Comemorativa dos anos XXV de paz', concedido no ano 1964 para Francisco Franco.

O primeiro vice-prefeito, Gerardo Pisarello explicou que esta medida faz parte da política de recuperação da memória histórica de BComú, e luta "contra Franco impunidade. É uma vergonha inaceitável prefeitura tem sido reconhecida como algumas vezes em tempo de paz foram de repressão e falta de liberdade", disse Pisarello, que deverá supostamente arquivar revogação das medalhas em na sessão plenária de 25 de janeiro de 2019, coincidindo com o aniversário do 80º aniversário da entrada das tropas franquistas na cidade de Barcelona, em 26 de janeiro de 1939.

Além  de retirar a medalha de "caudilho Franco" , o governo do  Ada Colau propõe retirar as medalhas de ouro da cidade que a cidade concedeu durante a ditadura do general  José Solchaga Zala  (1881-1953), que liderou as tropas nacionais na conquista das cidades de Tarragona e Barcelona em janeiro de 1939; general  Agustín Muñoz Grandes , ministro e secretário Geral do Movimento, chefe Geral da Divisão Azul e ministro do Exército; ao capitão geral  ntonio Ibáñez Freire, ministro do Interior da UCD, e à Seção Feminina da Falange Espanhola. (Do El Periódico)