Provas mais fáceis, mas aumentou ausentes no Enem

autor Misto Brasília

Postado em 11/11/2018 20:42:18 - 20:34:00


Estudante brinca ao levar a colega nas costas na entrada das provas do Enem/Wilson Dias/Ag Brasil

E 66 estudantes foram eliminados, a maioria por descumprimento das regras gerais do edital

No segundo domingo de provas, 1.610.681 estudantes faltaram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o que representa 29,2% dos 5.513.726 inscritos. O índice é maior do que o do domingo passado, que foi de 24,9%, mas é menor que as taxas registradas no segundo dia de provas em 2016 e 2017. 

E 66 estudantes foram eliminados, a maioria por descumprimento das regras gerais do edital, como sair antes do horário permitido, usar material impresso e não atender a orientações dos fiscais. Dois foram eliminados na revista no detector de metais e por recusa na coleta dos dados biométricos do Enem.

A prova de matemática e ciências da natureza – que inclui biologia, física e química – foi mais fácil do que a do ano passado, segundo avaliação de professores que tiveram acesso às 90 questões do Enem. As questões abordaram temas tratados em sala de aula, usaram gráfico que facilitavam a resolução das questões e cobraram cálculos mais simples.

Para o professor Diego Viug, coordenador pedagógico do ProEnem, na prova de matemática faltaram alguns temas, mas os cálculos exigidos eram mais simples. “Foi uma prova muito diferente dos anos anteriores. Cobraram alguns temas, mas deixaram outros de fora. Agora foi uma prova mais próxima do aluno”, afirmou à Agência Brasl.

O professor Allan Rodrigues, do Descomplica, disse que, ao contrário do que ocorreu nos últimos anos, a prova de Química teve apenas duas questões envolvendo cálculos, o que simplificou a vida dos estudantes. Porém, houve cobrança de temas mais usais no ensino superior, como o gráfico de energia com distância entre átomos.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, afirmou ser normal o aumento de ausências no segundo dia do exame. “O número de ausências foi menor que nos últimos anos, mas é um pouco maior do que no primeiro dia, o que é normal. Às vezes, o aluno não tem o desempenho que deseja ou imagina e acaba não indo no segundo dia”, argumentou.


Marcelo Ramos apoia proposta de Kataguiri para capitalização da Previdência
Deputado provocam confusão e tumulto na Comissão da Educação
veja +
Recursos do antigo Fundef não devem ser usados no pagamento de professores
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
veja +