Senador é investigado em propina de R$ 4 milhões

autor Misto Brasília

Postado em 08/11/2018 09:24:54 - 09:22:00


Mandados de busca autorizados por ministro do STF estão sendo cumpridos pela PF/Arquivo

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em São Paulo, Campo Limpo Paulista

A Polícia Federal deflagrou hoje (8) a Operação Armistício, que investiga o recebimento de vantagem indevida por um senador, em 2012, durante a chamada guerra fiscal nos portos brasileiros. O nome não foi revelado. As medidas foram autorizadas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, no inquérito 4382-STF.

Os policiais federais cumprem nove mandados de busca e apreensão, dos quais sete em São Paulo, um em Santos (SP) e um em Campo Limpo Paulista (SP). Os pagamentos indevidos, de cerca de R$ 4 milhões, teriam sido feitos por uma empreiteira que tinha interesse na edição do ato. (Da ABr)


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +