Depois dos secretários, presidente do BC pode ficar no cargo

autor Misto Brasília

Postado em 30/10/2018 12:49:21 - 11:40:00


Ilan Goldfajn pe o atual presidente do Banco Central que pode permanecer no cargo/Ag Senado

Futuro ministro da economia de Bolsonaro disse que seria natural a permanência de Ilan Goldfajn

O economista Paulo Guedes, indicado para o Ministério da Economia, defendeu hoje (30) a independência do Banco Central, com mandato de presidente não coincidente com o do presidente da República, e disse que seria natural que Ilan Goldfajn permanecesse no cargo, por ter a mesma posição, informou a Agencia Brasil. "Isso tem que combinar com a nossa equipe aqui dentro, tem que combinar com o Ilan. Estou dizendo que seria natural"

Guedes afirmou que a continuidade dele no BC ainda precisaria ser acertada com o próprio Ilan e com a equipe de governo do presidente eleito de Jair Bolsonaro.

"Não podemos estar a cada eleição falando será que ele [presidente do Banco Central] fica? Será que ele não fica? Será que ele muda? Será que ele não muda? Então, teremos um Banco Central independente", disse.

Esta é a segunda manifestação para a permanência dos atuais gestores da economia brasileira. A primeira ocorreu ainda na campanha eleitoral, quando secretários do Ministério da Fazenda foram consultados para a permanência em seus cargos.


Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
Temporal provoca estragos na Lagoa da Conceição, em Florianópolis
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +