Falha da Latam provoca indenização de R$ 18 mil

autor Misto Brasília

Postado em 23/10/2018 21:15:48 - 21:09:00


Latam vai pagar indenização a passageiro de Brasília que viajou à Miami/Arquivo/Divulgação

Empresa aérea deixou de informar um detalhe importante num processo na justiça do Distrito Federal

A Latam Airlines Group S.A. deverá pagar R$ 18 mil a título de indenização moral e material a Itamar Carvalho Pereira, cliente da empresa que teve três bilhetes remarcados para retornar de Miami para o Brasil no ano passado. A sentença do Tribunal de Justiça do Distrito Federal confirma parcialmente uma decisão da primeira instância.

A empresa apresentou uma falha na sua defesa no 7º Juizado Especial Cível de Brasília, pois informou apenas que a remarcação das passagens era por motivos de mau tempo. Somente na segunda turma recursal do TJDF explicou que a passagem do Furacão Irma pela Flórida é que ocasionou o cancelamento de inúmeros voos.

Esse detalhe que seria fundamental para evitar o pagamento da indenização não foi considerado pelos desembargadores.  O relator do processo, juiz Arnaldo Corrêa Silva explicou que não cabe "à recorrente, após prolação da sentença, trazer informação que deveria ter sido mencionada em sua contestação".

De acordo com o processo, o passageiro adquiriu passagens de ida e volta da empresa requerida para passar férias com a família nos Estados Unidos. O trecho de ida (Brasília-Guarulhos-Nova York), em 5/9/2017, ocorreu normalmente, mas o voo de volta (Miami-Guarulhos), previsto para o dia 9/9/2017, foi cancelado com dois dias de antecedência. Segundo a narrativa, a empresa aérea ofereceu um novo voo no dia 10/9/2017, que também foi cancelado, e depois ofertou novos bilhetes para a data de 16/9/2017, quando finalmente conseguiu retornar ao Brasil.


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +