Apologia ao franquismo pode virar ilegal na Espanha

autor Misto Brasília

Postado em 23/10/2018 13:00:56 - 11:54:00


Francisco Franco governo a espanha de 1947 até a sua morte, em 1975/Arquivo/El Periódico

Foi o que disse o governo e que esta modificação vai atingir fundações que não prestaram contas

O governo espanhol estuda reformar a Lei de Memória Histórica para declarar associações e fundações ilegais que fazem apologia ao franquismo e quer modificar o artigo 510 do Código Penal para que esse pedido de desculpas seja considerado crime.

Em uma resposta por escrito datada de 11 de outubro a uma pergunta do senador do presidente Compromis, Carles Mulet, o governo enfatiza que na reforma da lei "as modificações legais apropriadas serão incluídas, para que as associações e fundações que fazem defesa do regime de Franco, e também está estudando a alteração do artigo 510 do Código Penal para incluir tal pedido de desculpas como um crime", segundo publicou o El Periódico.

Oito fundações ligadas a Fundação Francisco Franco estão na mira da nova legislação, porque deixara de prestar contas entre 2008 a 2010 ou de 2001 a 2003. Francisco Franco foi ditador fascista da Espanha e chefe das forças rebeldes da Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Ttornou-se líder absoluto da Espanha em 1947 e governou o país até a sua morte em 1975.


General nega que Michele Bolsonaro mandou tirar obras sacras do Alvorada
Incêndio atinge a Refinaria de Manguinhos (RJ)
veja +
Governador eleito do DF Ibaneis Rocha diz que não tem nenhum tipo de surpresa
Congresso deve votar Orçamento de 2019 nesta semana
Aprovado orçamento de 2019 com reajuste para agentes comunitários
veja +