Federal prende suspeito de pertencer ao Hezbollah

autor Misto Brasília

Postado em 21/09/2018 14:34:40 - 14:29:00


Suspeito Assad preso pela PF hoje tinha processo de extradição concedido pelo STF/Arquivo

Assad seria um braço do grupo islâmico extremista na tríplice fronteira Brasil-Paraguai-Argentina

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (21) o foragido internacional Assad Ahmad Barakat. Ele foi encontrado na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Barakat teve a prisão determinada pela Justiça do Paraguai e ratificada pelo Supremo Tribunal Federal há dois dias. A informação foi divulgada pela PF em seu site oficial.

De acordo com a Polícia Federal, o foragido e familiares teriam relação com o grupo político islâmico extremista Hezbollah, baseado no Líbano. Ele foi condenado pela justiça paraguaia por falsidade ideológica e já havia cometido outros crimes na região da tríplice fronteira, segundo órgãos de inteligência e segurança com atuação dos países da área.

Em 2002, Barakat teve prisão autorizada pelo Supremo Tribunal Federal em um processo de extradição a pedido da Justiça do Paraguai. Ele foi acusado de crimes como evasão de divisas e falsificação de produtos. (Da ABr)


Presidente da Anfip diz que é preciso taxar os privilegiados
AO VIVO Radio 247 - Summer Music
veja +
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
Secretário diz que é preciso resolver "buraco estrutural" para gerar empregos
veja +