Federal prende suspeito de pertencer ao Hezbollah

autor Misto Brasília

Postado em 21/09/2018 14:34:40 - 14:29:00


Suspeito Assad preso pela PF hoje tinha processo de extradição concedido pelo STF/Arquivo

Assad seria um braço do grupo islâmico extremista na tríplice fronteira Brasil-Paraguai-Argentina

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (21) o foragido internacional Assad Ahmad Barakat. Ele foi encontrado na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Barakat teve a prisão determinada pela Justiça do Paraguai e ratificada pelo Supremo Tribunal Federal há dois dias. A informação foi divulgada pela PF em seu site oficial.

De acordo com a Polícia Federal, o foragido e familiares teriam relação com o grupo político islâmico extremista Hezbollah, baseado no Líbano. Ele foi condenado pela justiça paraguaia por falsidade ideológica e já havia cometido outros crimes na região da tríplice fronteira, segundo órgãos de inteligência e segurança com atuação dos países da área.

Em 2002, Barakat teve prisão autorizada pelo Supremo Tribunal Federal em um processo de extradição a pedido da Justiça do Paraguai. Ele foi acusado de crimes como evasão de divisas e falsificação de produtos. (Da ABr)


General nega que Michele Bolsonaro mandou tirar obras sacras do Alvorada
Incêndio atinge a Refinaria de Manguinhos (RJ)
veja +
Governador eleito do DF Ibaneis Rocha diz que não tem nenhum tipo de surpresa
Congresso deve votar Orçamento de 2019 nesta semana
Aprovado orçamento de 2019 com reajuste para agentes comunitários
veja +