Ambulância quebra no jogo do Vasco e Flamengo

autor Misto Brasília

Postado em 16/09/2018 10:12:39 - 10:10:00


Juiz convocou os jogadores do Vasco e do Flamengo para empurrar a ambulência/Reprodução/Twitter

Rollemberg disse nesta manhã que o veículo não é do governo para evitar exploração política

Preocupado com a repercussão política do constrangimento da ambulância que pifou no jogo do Vasco e Flamengo, ontem à noite em Brasília, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) disse nesta manhã de domingo que o veículo pertence a uma empresa privada. A partida terminou empatada em 1 a 1 no Estádio Nacional Mané Garrincha.

“A ambulância que não funcionou no jogo Vasco x Flamengo é privada, de uma empresa contratada pela organização do jogo. Não tem nada com o Governo de Brasília. Recebi algumas mensagens sobre o assunto. Sempre é bom esclarecer”, disse ele.

A ambulância foi chamada para o campo quando na metade final do segundo tempo, o volante vascaíno Bruno Silva se chocou com o companheiro de equipe Luiz Gustavo e caiu desacordado. Após receber atendimento médico no gramado, Bruno foi encaminhado para fora do campo, mas com um problema: a ambulância que transportava o atleta não arrancou e os jogadores dos dois times precisaram se unir para empurrar.


Governador do Piauí diz que Brasil precisa crescer independente da Previdência
Bolsonaro diz que pretende acabar com radares móveis nas rodovias
veja +
Bolsonaro diz no Nordeste que governadores devem apoiar a reforma da Previdência
Relator do grupo de trabalho anticrime defende endurecimento da lei penal
Deputados querem que combate ao câncer priorize o diagnóstico precoce
veja +