Política partidária faz dólar bater recorde do Plano Real

autor Misto Brasília

Postado em 13/09/2018 18:20:08 - 18:17:00


O câmbio no Brasil terminou a quinta-feira na contramão do exterior/Arquivo

No fechamento do dia a moeda americana ficou em R$ 4,20 por questões relacionadas às eleições

As preocupações com o cenário eleitoral doméstico fizeram com que o dólar superasse 1% de valorização nesta quinta-feira e batesse a máxima recorde do Plano Real, ao terminar próximo dos R$ 4,20. “Dúvidas sobre a saúde de Bolsonaro e a expectativa com o Datafolha de amanhã redobraram a cautela dos agentes”, comentou um operador de câmbio de uma gestora local, segundo a Reuters.

Assim, o câmbio terminou na contramão do exterior, onde uma busca pelo risco favoreceu o avanço de divisas de países emergentes. O dólar avançou 1,21%, a R$ 4,1957 na venda, maior nível da moeda desde sua criação. Até então, o recorde era de 21 de janeiro de 2016, quando terminou em R$ 4,1655.

Neste mês até agora, o dólar já subiu 3,03% ante o real. Nesta quinta-feira, marcou a máxima de R$ 4,2069 e a R$ 4,1245 na mínima do dia, logo depois da abertura dos negócios. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,79%.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +