França, Egito, Peru e Unesco oferecem ajuda ao Brasil

autor Misto Brasília

Postado em 03/09/2018 19:39:19 - 19:35:00


Frente do prédio do Museu Nacional quando ainda estava preservado/Reprodução vídeo

Estrangeiros consideraram o incêndio no Museu Nacional uma tragédia pela perda do patrimônio

O presidente da França, Emmanuel Macron, ofereceu nesta segunda-feira a ajuda de especialistas franceses em arte para contribuir com a reconstrução do Museu Nacional do Rio de Janeiro, o mais antigo do Brasil e que foi destruído por um incêndio que começou no domingo.

"O incêndio no Museu do Rio é uma tragédia. É a história e a memória reduzidas a cinzas. A França oferecerá seus especialistas a serviço do povo brasileiro para contribuir para a reconstrução", disse Macron no Twitter.

Assista o vídeo institucional com o Museu Nacional na Seção Vídeo, ao lado

O Egito através da embaixada em Brasília informou que o país tem experiência técnica no Departamento de Antiguidades para “proteção do patrimônio e restauração de todo tipo de peças arqueológicas”.

A diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, ofereceu "todo o conhecimento" do órgão para "tentar atenuar as consequências" do incêndio no Museu Nacional no Rio de Janeiro. "Gostaria de expressar minha solidariedade para o povo brasileiro pela perda de um patrimônio cultural de valor inestimável para toda a humanidade. Este museu universitário também é um símbolo da memória brasileira e dos dinâmicos laços entre a cultura e a pesquisa", disse Audrey.

O governo do Peru lamentou "o incêndio devastador" ocorrido no Museu Nacional do Rio de Janeiro e manifestou sua disponibilidade "para cooperar no que for possível" para lidar com a situação. O Ministério dos Negócios Estrangeiros peruano lembrou que o museu era "a mais antiga instituição científica do Brasil", razão pela qual lamentou "a irreparável perda do acervo histórico e do patrimônio por trás deste trágico incidente".


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
veja +
Câmara aprova criação do Dia Nacional da Música e Viola Caipira
Saída de cubanos do programa Mais Médicos repercute na Câmara
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
veja +