Justiça continuará investigação contra deputado distrital por improbidade

autor Misto Brasília

Postado em 03/09/2018 17:37:13 - 17:30:00


Defesa de Rafael Prudente queria a suspensão de investigação na justiça/Arquivo/Divulgação

Ação contra Rafael Prudente investiga crime ao beneficiar empresa com incentivos fiscais

A justiça do Distrito Federal vai continuar apurando a suposta improbidade administrativa do deputado distrital Rafael Cavalcanti Prudente, segundo decidiu o juiz da 3ª. Vara da Fazenda Pública, Jansen Fialho de Almeida. O parlamentar teria cometido crime, de acordo com o Ministério Público, quando foi relator do projeto do Programa Pró-50, que concedeu incentivos fiscais com a renúncia da receita para o tesouro do governo do DF.

A decisão do magistrado negou o pedido da defesa para suspender o prosseguimento da ação que leva em consideração a Lei de Responsabilidade Fiscal. A defesa justificou a imunidade parlamentar.

O magistrado explicou que a alegação de que o ato estaria acobertado pela imunidade parlamentar é uma questão preliminar ao cabimento da ação, razão pela qual proferiu a decisão saneadora que rejeitou a preliminar, e registrou.


Luís Miranda diz que Ibaneis falhou em não articular relator da MP da região metropolitana
AO VIVO - explicações sobre a reforma previdenciária dos militares
veja +
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
Sancionada a Lei que estabelece idade mínima de 16 para casamento civil
Lei que permite bloquear recursos de acusados por terrorismo é sancionada
veja +