Alemães voltam a protestar contra e a favor de refugiados

autor Misto Brasília

Postado em 02/09/2018 07:24:30 - 07:19:00


Milhares foram às ruas de cidade alemã contra a presença de refugiados/Reprodução/DW

Episódios de violência provocaram escândalo em vários setores da sociedade alemã

Cerca de 4.500 pessoas atenderam a uma nova convocação de grupos de direita e saíram neste sábado (01) às ruas de Chemnitz, no leste da Alemanha, em protesto contra a política de refugiados do governo alemão. Outras 3.500 pessoas organizaram um contraprotesto nas proximidades para denunciar a violência contra estrangeiros e a xenofobia no país.

Até o início desta noite, não havia registro de atos violentos contra estrangeiros como os registrados nos protestos anteriores, mas segundo jornais alemães, o clima na cidade continuava tenso. Os episódios de violência registrados no último domingo e segunda-feira provocou escândalo em vários setores da sociedade alemã.

Chemnitz, no estado da Saxônia, tem sido palco regular de protestos desde que um cidadão alemão foi morto a facadas no último fim de semana. O fato de dois suspeitos pelo crime serem estrangeiros – um sírio e um iraquiano – acirrou os ânimos na cidade e levou extremistas a perseguirem e atacarem pessoas que aparentavam ser estrangeiras durante os protestos.


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +