Dois anos do santuário de elefantes na Chapada dos Guimarães

autor Misto Brasília

Postado em 29/08/2018 08:25:16 - 08:20:00


Elefantes maltratados em zoológicos ou circos foram levados para o santuário/Arquivo

É um ecossistema que remete ao habitat nas savanas africanas e asiáticas para os grandes animais

Elefantes maltratados em circos e zoológicos completaram dois anos no primeiro santuário sul-americano que acolhe exemplares da espécie e que fica no parque natural Chapada dos Guimarães, um ecossistema que remete ao habitat destes mamíferos nas savanas africanas e asiáticas, segundo publicou a agência Efe em site site.

"Somos o primeiro da América do Sul com o objetivo de proporcionar bem-estar aos elefantes que passaram sua vida em pequenos recintos de cativeiro", afirmou à Agência Efe Junia Machado, que presidiu a ONG encarregada do Santuário de Elefantes Brasil (SEB) até julho deste ano.

O parque natural Chapada dos Guimarães, na cidade homônima de Mato Grosso, oferece aos elefantes "um amplo espaço em ambiente natural, a companhia de outros animais e cuidados veterinários".

"Aqui eles podem voltar a se comportar como elefantes, depois de terem sido retirados das suas famílias quando eram filhotes na Ásia e na África e trazidos para o nosso continente, para viver em espaços totalmente inadequados para essas espécies", relatou Junia.


Presidente da Anfip diz que é preciso taxar os privilegiados
AO VIVO Radio 247 - Summer Music
veja +
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
Secretário diz que é preciso resolver "buraco estrutural" para gerar empregos
veja +