Dois anos do santuário de elefantes na Chapada dos Guimarães

autor Misto Brasília

Postado em 29/08/2018 08:25:16 - 08:20:00


Elefantes maltratados em zoológicos ou circos foram levados para o santuário/Arquivo

É um ecossistema que remete ao habitat nas savanas africanas e asiáticas para os grandes animais

Elefantes maltratados em circos e zoológicos completaram dois anos no primeiro santuário sul-americano que acolhe exemplares da espécie e que fica no parque natural Chapada dos Guimarães, um ecossistema que remete ao habitat destes mamíferos nas savanas africanas e asiáticas, segundo publicou a agência Efe em site site.

"Somos o primeiro da América do Sul com o objetivo de proporcionar bem-estar aos elefantes que passaram sua vida em pequenos recintos de cativeiro", afirmou à Agência Efe Junia Machado, que presidiu a ONG encarregada do Santuário de Elefantes Brasil (SEB) até julho deste ano.

O parque natural Chapada dos Guimarães, na cidade homônima de Mato Grosso, oferece aos elefantes "um amplo espaço em ambiente natural, a companhia de outros animais e cuidados veterinários".

"Aqui eles podem voltar a se comportar como elefantes, depois de terem sido retirados das suas famílias quando eram filhotes na Ásia e na África e trazidos para o nosso continente, para viver em espaços totalmente inadequados para essas espécies", relatou Junia.


General nega que Michele Bolsonaro mandou tirar obras sacras do Alvorada
Incêndio atinge a Refinaria de Manguinhos (RJ)
veja +
Governador eleito do DF Ibaneis Rocha diz que não tem nenhum tipo de surpresa
Congresso deve votar Orçamento de 2019 nesta semana
Aprovado orçamento de 2019 com reajuste para agentes comunitários
veja +