Brasileiros voltam a protestar contra venezuelanos

autor Misto Brasília

Postado em 26/08/2018 08:16:12 - 08:10:00


Discussão entre os grupos por porco não acabou em briga generalizada/Reprodução/DW

Grupos bateram boca em Pacaraima e, por pouco, não teve início uma briga generalizada

Após uma semana de aparente calma, a tensão entre brasileiros e venezuelanos voltou a crescer na cidade fronteiriça de Pacaraima, no extremo norte de Roraima. Moradores do pequeno município de 13 mil habitantes voltaram a exigir neste sábado (25) a saída dos imigrantes da cidade e foram confrontados por venezuelanos revoltados com o tratamento que têm recebido no Brasil.

Na região central de Pacaraima, grupos de brasileiros e venezuelanos bateram boca e, por pouco, não teve início uma briga generalizada. Soldados da Polícia Militar de Roraima e agentes da Polícia Federal acompanharam, de longe, as discussões, mas preferiram não intervir.

“Nós não vamos sair daqui, vamos continuar aqui, temos direito de estar aqui e não merecemos o que estão fazendo conosco”, gritava, quase aos prantos, Ricardo Delgado, um dos imigrantes que teve seus pertences queimados pelos enfurecidos brasileiros no dia 18 de agosto.

Diante dele, a vendedora Maria de Fátima Reis afirmava que a maior parte dos venezuelanos que estão no Brasil não querem trabalhar e que preferem roubar a buscar emprego. “Esse é um problema da Venezuela, nós não temos que pagar pelos problemas que o Maduro criou”, dizia ela, aos gritos, a poucos metros da fronteira entre o Brasil e a Venezuela. (Da DW)