Brasileiros voltam a protestar contra venezuelanos

autor Misto Brasília

Postado em 26/08/2018 08:16:12 - 08:10:00


Discussão entre os grupos por porco não acabou em briga generalizada/Reprodução/DW

Grupos bateram boca em Pacaraima e, por pouco, não teve início uma briga generalizada

Após uma semana de aparente calma, a tensão entre brasileiros e venezuelanos voltou a crescer na cidade fronteiriça de Pacaraima, no extremo norte de Roraima. Moradores do pequeno município de 13 mil habitantes voltaram a exigir neste sábado (25) a saída dos imigrantes da cidade e foram confrontados por venezuelanos revoltados com o tratamento que têm recebido no Brasil.

Na região central de Pacaraima, grupos de brasileiros e venezuelanos bateram boca e, por pouco, não teve início uma briga generalizada. Soldados da Polícia Militar de Roraima e agentes da Polícia Federal acompanharam, de longe, as discussões, mas preferiram não intervir.

“Nós não vamos sair daqui, vamos continuar aqui, temos direito de estar aqui e não merecemos o que estão fazendo conosco”, gritava, quase aos prantos, Ricardo Delgado, um dos imigrantes que teve seus pertences queimados pelos enfurecidos brasileiros no dia 18 de agosto.

Diante dele, a vendedora Maria de Fátima Reis afirmava que a maior parte dos venezuelanos que estão no Brasil não querem trabalhar e que preferem roubar a buscar emprego. “Esse é um problema da Venezuela, nós não temos que pagar pelos problemas que o Maduro criou”, dizia ela, aos gritos, a poucos metros da fronteira entre o Brasil e a Venezuela. (Da DW)


Marcelo Ramos apoia proposta de Kataguiri para capitalização da Previdência
Deputado provocam confusão e tumulto na Comissão da Educação
veja +
Recursos do antigo Fundef não devem ser usados no pagamento de professores
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
veja +