Incerteza faz cotação do dólar quebrar novo recorde

autor Misto Brasília

Postado em 23/08/2018 20:03:06 - 19:59:00


O dólar avançou 1,65%, a R$ 4,1230 na venda nesta quinta-feira de incertezas/Arquivo

Foi o maior patamar de fechamento janeiro de 2016, quando foi a R$ 4,1655 - recorde do Plano Real

O dólar tentou corrigir parte da alta acumulada nos seis pregões anteriores, mas, depois de ir à mínima de R$ 4,0403, voltou a ganhar tração até fechar acima de R$ 4,10, com os investidores reforçando posições defensivas diante do quadro externo de maior aversão ao risco e temores com o cenário eleitoral doméstico.

“É o conjunto da obra. Problemas lá fora, China e Estados Unidos, eleição no Brasil, a decisão do TSE e ainda o fator especulação”, afirmou o operador da Advanced Corretora, Alessandro Faganello, segundo a Reuters.

O dólar avançou 1,65%, a R$ 4,1230 na venda, depois de ter tocado a máxima de R$ 4,1289 neste pregão. Foi o maior patamar de fechamento do dólar desde 21 de janeiro de 2016, quando foi a R$ 4,1655 - recorde do Plano Real. Foi o sétimo pregão consecutivo de valorização, período no qual ficou 6,44% mais cara. O dólar futuro subia cerca de 2%.


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Tempestade provoca inundação em Brasília neste domingo
veja +
Governador do Piaui aposta na unificação de pautas entre os estados
Ibaneis anuncia 37 parques nos próximos anos na entrega do Lago Cortado
LDO prevê salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, com correção apenas pela inflação
veja +