Redes sociais têm aumento de 50% com a corrida presidencial

autor Misto Brasília

Postado em 23/08/2018 15:52:05 - 15:47:00


Brasileiro está cada vez mais engajado nas discussões políticas nas redes sociais/Arqivo

Análise da FGV aponta que em seis dias, houve 11,6 milhões de interações no Twitter e no Facebook

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas publicou hoje uma análise do comportamento dos internautas nas redes sociais por conta da campanha eleitoral à Presidência da República. As notícias sobre os candidatos à Presidência atraíram, entre 09 e 15 de agosto, mais de 11,6 milhões de interações no Twitter e no Facebook ‒ entre curtidas, comentários e compartilhamentos.

A discussão em torno dos presidenciáveis mobilizou 4,8 milhões de menções no Twitter, entre quinta-feira (9) e quarta-feira (15) — ​um aumento de 50% em relação aos sete dias anteriores​. O crescimento se deve, especialmente, à repercussão do primeiro debate entre os candidatos na TV e ao registro das candidaturas no TSE – “tema notadamente associado à possibilidade de impugnação de Lula como representante petista na disputa”.

No Facebook, as publicações da página oficial de Lula sobre o registro de sua candidatura tiveram expressivo engajamento, mantendo o ex-presidente na primeira posição em interações (1,6 milhão) entre os candidatos. ​No mesmo período, Bolsonaro teve 1,2 milhão de curtidas, reações, comentários e compartilhamentos em sua página, distanciando-se do petista.

Os três candidatos cujas notícias tiveram maior engajamento foram Lula (4,7 milhões de interações em 5,3 mil links), Bolsonaro (3,4 milhões de interações em 2,2 mil links) e Daciolo (775 mil interações em 520 links).


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
Kajuru vai propor medidas para investigar a CBF
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
veja +